Como será Deus?

A Bíblia dá-nos a revelação completa de como Deus é, e podemos dizer centenas de coisas que a Bíblia nos diz sobre Ele, mas por agora vamos focar-nos em quatro aspetos:

A Bíblia declara que Deus é Espírito. No Evangelho de João, Jesus está a falar com uma mulher junto a uma fonte, e faz uma afirmação simples e direta sobre Deus quando diz: “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” (João 4:24). Talvez imagines um vapor ou algo enevoado, mas essa não é uma imagem de Deus. Podemos saber mais sobre o espírito através destas palavras de Jesus depois da Sua ressurreição: “Toquem-me e vejam, porque um espírito não tem carne nem ossos, como veem que eu tenho” (Lucas 24:39). O Espírito é o oposto do corpo, algo que não é limitado por um corpo.

A Bíblia declara que Deus é Espírito, que Ele não está limitado por um corpo, forma, força ou limites. Ele é absolutamente imensurável e insondável aos olhos limitados pelas coisas físicas. Ele consegue estar em todo o lugar ao mesmo tempo. Ele tem uma sabedoria, poder, amor e misericórdia infindáveis.

A Bíblia ensina que não houve tempo em que Deus não tenha existido. Ele é eterno (não tem princípio nem fim) e imutável (Ele é o mesmo hoje e sempre).

A Bíblia revela Deus como uma Pessoa. Lemos por toda a Bíblia: “Deus ama”; “Deus diz”; “Deus faz”. Tudo o que atribuímos a uma pessoa é atribuído a Deus. Uma pessoa é um ser que sente, pensa, deseja, anseia e tem todas as expressões de uma personalidade. Deus não está limitado por um corpo, mas é uma Pessoa. Ele sente, pensa, ama e perdoa.

A Bíblia declara que Deus é um Ser santo e justo. De Génesis a Apocalipse, Deus revela-se como um Deus santo. Ele é perfeito em cada detalhe. Ele é tão santo que não pode tolerar uma vida de pecado, porque Ele é um Deus bom e perfeito.

Se apenas pudéssemos ter uma visão da majestosa justiça de Deus, que diferença tremenda iria fazer na forma como as nossas nações vivem. Se apenas pudéssemos ver a diferença espantosa que separa a nossa injustiça da perfeita justiça de Deus, mudaria a nossa forma de vida imediatamente. Nós carecemos da glória de Deus (Romanos 3:23).

As Escrituras declaram que “Deus é luz e nele não há trevas” (1 João 1:5). É impossível compreenderes a Bíblia sem uma compreensão clara da santidade de Deus. A Sua santidade determina todos os Seus outros atributos.

Porque Deus é santo, há um abismo entre nós, pecadores, e Deus. A Escritura diz: “São as vossas faltas que cavam um abismo entre vós e o vosso Deus; são os vossos pecados que o levam a desviar o olhar, para não atender os vossos pedidos” (Isaías 59:2). Não só o pecador fica separado de Deus, como Deus fica separado do pecador. Porque Deus é santo, Ele não pode relacionar-se com nada que tenha a ver com pecado.

Antes do pecado entrar no mundo, havia comunhão entre a humanidade e Deus. Quando a comunhão foi quebrada, tornou-se impossível a um pecador ter qualquer contacto com Deus a não ser através de Jesus Cristo. As pessoas não têm nem podem adquirir a santidade que é necessária para aceder a Deus. No entanto, Jesus veio tornar possível este acesso.

A Bíblia revela que Deus é amor. Muitas pessoas não compreendem esta parte da natureza de Deus. O facto de Deus ser amor não significa que tudo é fácil, belo e feliz, e que o amor de Deus nunca vai permitir a punição do pecado.

A santidade de Deus exige que todo o pecado seja punido, mas o amor de Deus providencia um plano de redenção e salvação para os pecadores. Foi através do Seu amor que Deus enviou Jesus Cristo para dar a sua vida na cruz: “Deus amou de tal modo o mundo que entregou o seu Filho único, para que todo o que nele crer não se perca, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).

Não importa o pecado que tenhas cometido, não importa o quão sujo, vergonhoso ou terrível ele possa ser: Deus ama-te. Mas depende de ti creres em Jesus Cristo, pedires o perdão dos teus pecados e receberes a Sua dádiva da vida eterna.

Alguns podem dizer: “Ainda assim, não consigo compreender Deus. Por isso, não posso recebê-Lo”. Eu também não compreendo como é que uma vaca preta, que come erva verde, produz leite branco, mas continuo a beber leite. Não deixo de ligar o meu rádio só porque não entendo como é que ele funciona. Todos os dias fazemos centenas de coisas que não compreendemos inteiramente.

Se não acreditas que há revelação suficiente para responder à questão de como Deus é, nunca vais ficar satisfeito, porque toda a discussão fora da Bíblia (a Palavra de Deus) é especulativa. Qualquer outra ideia sobre Deus é produto da imaginação ou raciocínio de uma mera pessoa; a tua opinião é tão relevante como a de qualquer outra pessoa.

É impossível para as nossas mentes humanas e finitas compreender Deus completamente. É aí que entra a fé. Pela fé, posso receber o Seu plano para a minha redenção, posso confiar em Jesus Cristo como meu Salvador.
 

PASSO SEGUINTE

BGEA LogoJesus.net LogoPazcomDeus no FB

© 2016 Billy Graham Evangelistic Association

Privacidade | Direitos de Autor | Quem Somos