Sofrimento

Porque sofrem as pessoas? E porque morrem? Se Deus é bom e amoroso, porque é que Ele permite isso?

As tragédias e o sofrimento frequentemente nos deixam confusos, zangados, horrorizados ou amargurados. Elas são mais uma prova de que Satanás está a atacar as nossas vidas e de que o mal não nos é estranho.

É bom ler o livro da Bíblia que fala sobre o sofrimento e o mal: é o livro de Habacuque. Tem apenas três capítulos, mas é sobre o profeta Habacuque, que perguntou a Deus porque é que Ele não punia o mal. Deus respondeu a Habacuque, dizendo que iria punir o mal, mas que o faria no Seu tempo.

Por vezes não entendemos o tempo de Deus, mas devemos lembrar que Ele não quer o nosso mal. Deus é justo, misericordioso e amoroso, e deu aos homens o livre-arbítrio quando os criou. Uma vez que todos nós somos pecadores, todos nós experimentamos o mal e a injustiça, mas Deus está sempre no controlo e pode usar até mesmo o mal para fazer o bem. Tiago 1:17 diz: “Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vêm do alto.” (Tiago 1:17).

Podemos usar o nosso tempo de sofrimento para uma reflexão interior. Vivemos num mundo caído, em que todos precisamos de um Salvador, e isso é precisamente isso que Deus providenciou. Deus amou-nos tanto que enviou o Seu Filho, Jesus Cristo, para morrer pelos nossos pecados para que possamos viver para sempre no céu. Cristo foi perfeito e santo. Porém, sofreu além do que possamos imaginar para pagar o preço dos nossos pecados e dar-nos a vida eterna. Sim, experimentamos coisas más aqui na terra, mas podemos alegrar-nos com a realidade que Deus providenciou num lugar de paz eterna no céu.

Lembre-se que Cristo entende o que estamos a passar e tem compaixão de nós, porque Ele sofreu. Cristo não nos dá esperança apenas quando confiamos nele, mas ajuda-nos a passar por tempos difíceis confortando-nos na nossa tristeza, rodeando-nos de pessoas que nos apoiam e permitindo-nos sentir a Sua presença nas nossas vidas.

Porque sofrem os que confiam em Deus?

Ter um relacionamento com Deus não significa que não vamos sofrer. O pecado afecta toda a gente, e por isso, todos irão experimentar dor e sofrimento. A diferença é que Deus promete estar com aqueles que confiam nele. O Salmo 34:19 diz: “Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas.” (Salmo 34:19). Isso não significa que a vida vai ser fácil, mas que teremos ajuda superar momentos difíceis.

Deus está connosco, em todos os obstáculos que enfrentamos e não temos que enfrentá-los sozinhos. Podemos apoiar-nos nele nos tempos difíceis, porque sabemos que Ele cuida de nós e nos vai ajudar a passar por qualquer dor, tristeza ou frustração que estejamos a enfrentar. Isso dá-nos esperança porque, mesmo se não entendemos por que razão estas coisas acontecem, sabemos que na Sua infinita sabedoria, Deus pode fazer coisas más resultar em bem. Ele pode fortalecer a nossa fé ou resolver coisas nos bastidores que não vemos nem entendemos. O sofrimento também nos permite ajudar os outros em situações semelhantes e transmitir-lhes a esperança que temos em Cristo.

Se creste e aceitaste a Cristo como teu Salvador, sabe que Ele está sempre contigo. Na Bíblia, lemos que “o Senhor, teu Deus, é o que vai contigo: não te deixará nem te desamparará.” (Deuteronómio 31:6). Ele entende as nossas lutas e quer ajudar-nos, se confiarmos nele, como lemos na I carta de Pedro, “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” (I Pedro 5:7)

Porque é que as pessoas morrem?

Quando Deus criou o mundo, criou-o perfeito. Não havia morte. Quando as duas primeiras pessoas na terra, Adão e Eva, desobedeceram a Deus, o pecado entrou no mundo, e todos nós continuamos a pecar desde então. A Bíblia diz que “o pecado paga-se com a morte” (Romanos 6:23). A menos que Cristo volte antes de morrermos, vamos todos passar por uma morte física.

Mas não acaba aí. Embora os corpos morram, as nossas almas viverão para sempre. Estaremos num de dois lugares – o céu ou o inferno. O céu é um lugar glorioso na presença de Deus, onde não há sofrimento, dor nem morte. Também teremos novos corpos livres de quaisquer doenças ou dores. O Inferno, por outro lado, é um lugar de tormento e punição onde “o fogo não se apaga” (Marcos 9:48). Ambos os locais são eternos; iremos viver lá para sempre.

Se recebemos a Cristo na nossa vida, não temos razão para temer a morte. Embora os nossos corpos possam sucumbir à doença ou malformação, se formos Seus seguidores, nada nos pode separar de Cristo. Mateus 10:28 diz: «Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma.» A morte física é apenas uma transição da vida na terra com Cristo para a vida no céu com Cristo. Como diz Jesus no Evangelho de João: “Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá!” (João 11:25) Nós também podemos aguardar o dia em que veremos no céu os nossos entes queridos que também receberam a Cristo.

ARTIGO SEGUINTE

BGEA LogoJesus.net LogoPazcomDeus no FB

© 2016 Billy Graham Evangelistic Association

Privacidade | Direitos de Autor | Quem Somos